top of page

Estilos de Fachada: qual é o seu favorito?

Atualizado: 2 de jun. de 2022

Escolher um estilo arquitetônico, dentre diversas opções, pode ser um desafio.

Para ajudar nessa escolha, você pode contar com um escritório de arquitetura, que vai te orientar e desenvolver um projeto dentro de um estilo para casa com a qual você tanto sonha.


Nesse post, iremos apresentar os estilos de fachada mais conhecidos, para ajudar você nessa escolha.


Gosta desse tema? Conheça o livro Dicionário dos estilos arquitetônicos



Por que definir um estilo de fachada?


Essa escolha influenciará em diversos aspectos da sua obra, já que toda a aparência e a funcionalidade da casa devem estar em harmonia com os seus gostos. Além disso, quando você escolhe seu estilo favorito, fica mais fácil fazer pesquisas para encontrar referências do que você deseja, em sites como o Pinterest ou o Houzz. E, por fim, assim você consegue criar um repertório para trocar ideias em família sobre o que vocês desejam.



O que caracteriza um estilo de fachada?


São diversos fatores que caracterizam um estilo arquitetônico de fachada, dentre os quais podemos destacar: o telhado, o volume da casa, os materiais utilizados, o nível de detalhes dos elementos e até mesmo as proporções desses elementos.


Vale fazer aqui duas observações antes de prosseguir. O primeiro ponto é que é inviável citarmos todos os estilos de fachada existentes. O outro ponto é que um estilo pode, muitas vezes, se confundir com outro estilo, mas, para ser mais didático e simplificar a vida, iremos tratá-los de forma separada.


Então, vamos aos estilos!


Antes de continuar a sua leitura, saiba que publicamos este conteúdo também em formato de vídeo.


1- Arquitetura Clássica

O estilo clássico é o favorito de quem gosta de casas mais tradicionais e não quer arriscar muito, afinal são usados materiais que nunca saem de moda. As culturas gregas e romanas são as principais referências, principalmente do período renascentista.

Os principais materiais usados nas residências na época eram o calcário, o mármore, a madeira e as telhas aparentes na cobertura.

Quanto aos elementos, podemos citar o uso de colunas redondas e com detalhes. Esses detalhes aparecem em muitos outros componentes da fachada. Quando as fachadas são tipicamente clássicas, suas aberturas são bem moderadas. Além disso, apresenta entradas simétricas e bem marcadas, o que deixa a fachada bem imponente.

2- Arquitetura Mediterrânea

O estilo mediterrâneo é acolhedor e charmoso. É inspirado nas casas litorâneas da Espanha, Itália, Grécia, Turquia e norte da África.


Os acabamentos apresentados incluem gesso, pedra ou cerâmica, com o piso em tons amadeirados ou marrons. Podemos perceber como aqui aparece uma estética mais ousada do que no estilo clássico.


Esse estilo combina com climas quentes e tropicais, como o do Brasil, pois conta com espaços arejados, varandas e terraços. Essas características são importantes para amenizar o calor.



3- Arquitetura Tropical

O estilo tropical valoriza muito a relação com o exterior. Os ambientes internos estão sempre em harmonia com a área externa.


Os materiais são empregados de forma aparente, mantendo a atmosfera de naturalidade. A madeira é muito utilizada, com pedras locais e outros materiais naturais, como bambu, palha e adobe. A estrutura metálica é muito usada, para trazer destaque à paisagem.


Aparecem muitos adornos que remetem à arquitetura clássica ou mediterrânea, porém, também podemos perceber o uso de grandes aberturas. Para arrematar, as fachadas tropicais mais ousadas usam cores quentes.


Quer fazer uma consultoria para mudar o estilo da sua fachada? Então vem aqui! 👇 ​https://wa.me/5561982026679


4- Arquitetura Nórdica

A arquitetura nórdica, ou escandinava, surgiu na região da Escandinávia. O estilo de casas nórdicas está mais presente na Noruega, Dinamarca, Suécia e Finlândia. Esse estilo é caracterizado por linhas retas e leves.

Na fachada de estilo nórdico, podem aparecer matérias-primas locais, como madeira e tijolinhos, dos mais variados tons.

Predominam os telhados do tipo duas águas, que não raramente são bastante inclinadas, contribuindo para um maior conforto dentro de casa, já que os invernos nesses locais são bastante rigorosos. Porém, existem algumas soluções para adaptar essa estética ao nosso clima.



5- Arquitetura Americana

As casas de estilo americano costumam ficar em destaque: no meio do terreno, sem muros altos e sem encostar em outras residências. Isso proporciona uma sensação de amplitude e liberdade.

As fachadas tipicamente americanas usam cores claras (branco, cinza e creme). Também é comum utilizarem pintura branca nas madeiras e deixar a estrutura exposta na fachada. Por fim, podemos citar as telhas shingle e aberturas emolduradas. Tudo isso produz uma aparência de ornamentação bem discreta.

São muito usados os deques em frente às casas, de forma análoga ao nosso alpendre. A garagem fechada é um elemento bem presente nas casas americanas. Pode apresentar semelhanças com as fachadas neoclássicas, mas podemos perceber como as fachadas americanas não possuem a pretensão de imponência como as clássicas, tanto nos materiais quanto na proporção da fachada.



6- Arquitetura Modernista

As fachadas modernistas possuem formas geométricas retas e demarcadas. Embora pareça uma novidade, o modernismo se popularizou em nosso país nos primeiros anos do século passado e apareceu no fim do século XIX na Europa.

Quanto aos materiais, podemos notar muito vidro e concreto aparente. Predominam as cores neutras e pouca combinação de materiais nas fachadas, muitas vezes apresentando apenas pintura e vidro.

São usadas aberturas contínuas e as estruturas costumam não ser um componente de fachada, com os pilares colocados mais internamente. Os telhados escondidos são regra(!) para esse estilo de fachada.

 

Outros estilos?


Como falamos no início deste artigo, não conseguimos abordar todos os estilos. Mas gostaríamos de falar um pouco sobre outras estéticas, que são bem populares, e trazer à tona uma pergunta: essas estéticas também podem ser chamadas de estilos?


1- A fachada industrial é um estilo?

A estética industrial é marcada, principalmente, por materiais aparentes, estrutura aparente e instalações aparentes. Como o próprio nome diz, é como se estivéssemos vendo algo mais parecido com uma fábrica ou, simplesmente, uma casa que revela muito da forma como ela foi construída.

No nosso modo de ver, existe uma clareza nesse estilo quando falamos em interiores. Já nas fachadas residenciais, parece que não há uma linguagem própria do estilo industrial. Quando usamos elementos como uma coifa bem rústica aparente ou outras instalações, isso poderia bastar para caracterizar a fachada como industrial. Mas, há muitas outras características na fachada que se destacam para além desses elementos. Ou seja, vários estilos de fachada poderiam passar a incorporar o industrial: por exemplo, uma fachada modernista poderia passar a ser industrial sem deixar de ser predominantemente modernista, por exemplo.

2- A fachada minimalista é um estilo?

A estética minimalista é caracterizada por formas simples e quase nenhuma variação de materiais na fachada. Assim, é removido tudo que não é considerado essencial.

No nosso modo de ver, a fachada minimalista se assemelha bastante à modernista, no que diz respeito a suas formas simples e ausência de materiais e ornamentos. Na prática, podemos observar, porém, que bastam uma forma mais simples e essa ausência de materiais e de ornamentos para chamar uma fachada de minimalista. Isso, porém, não tira das fachadas minimalistas a natureza de outro estilo.

3- A fachada rústica é um estilo?

A estética rústica confere um grande destaque para os elementos de aparência mais pesada, como pedras, tijolos ou madeiras pesadas.

No nosso modo de ver, a fachada rústica pode ser facilmente incorporada a vários outros estilos, já que se trata praticamente apenas dessa questão de destaque de materiais. Por isso, não vemos o rústico como estilo propriamente dito, afinal ele não apresenta uma linguagem clara de aberturas, proporções e detalhes.

4- A fachada eclética é um estilo?

O ecletismo, enquanto movimento arquitetônico no século XIX, possuía características muito marcantes. Quando falamos de fachadas residenciais, podemos perceber que não existe uma linguagem própria para que possamos chamar de ecléticas. O que vemos são diferentes estilos integrados a uma fachada.

Portanto, no nosso modo de ver, as fachadas ecléticas não podem ser, por definição, pertencentes a um estilo próprio.


 

Dica importante!


O entorno também determina o estilo da sua fachada. Dessa forma, é importante que haja uma harmonia entre a sua fachada e os jardins, o calçamento, o cercamento ou o muro, e até mesmo a iluminação. Se não forem bem pensados, esses elementos podem acabar por descaracterizar a sua fachada ou gerar uma estética confusa.



Você é literal?


É claro que podemos gostar de uma combinação de estilos ou até mesmo de vários estilos. Então, cabe lembrar que não é preciso ficar preso a um estilo. O estilo eclético, aliás, está aí para comprovar (aliás, o estilo eclético é um estilo?).

Se você quiser seguir um estilo que tem todo o seu coração, mas você tem receio de que as pessoas achem a sua fachada caricata demais, lembramos que quem tem que gostar da sua casa é você.

 

Confira abaixo a galeria de imagens que separamos referentes a cada estilo. Cada linha representa um dos 6 estilos citados.


Qual é o seu estilo de fachada favorito?


Você conhece algum estilo que a gente não citou aqui?



Posts Relacionados

Ver tudo

Fique por Dentro

Gratos!

bottom of page