top of page

[drops] O carnaval ainda faz sentido?

O carnaval é uma festa profana com o sentido de felicidade coletiva e inversão das posições sociais. Suas raí­zes mais remotas encontram-se na Grécia Antiga, no culto a Dio­nísio, o Deus do Vinho.

Dionísio era o oposto de seu irmão Apolo. Juntos, eles formam a dicotomia mitológica grega dos opostos: Apolo representa o belo, equilibrado, sóbrio, defensor da or­dem. Dionísio é pas­sional, instinti­vo e desinibido.

A ideia que marcava o Carnaval era a de experienciar um mundo no qual as coisas se invertem temporariamente, deixando de lado a ordem e dando lugar a prazeres carnais. Assim, saía de cena o apolíneo para que o dionisíaco fosse liberto por um tempo.

Mas, hoje, as características de Apolo não parecem fazer parte do nosso cotidiano. O belo e o ordenado são questionados e desafiados a todo instante. Sendo assim, o nosso lado dionisíaco tem sido protagonizado durante o ano inteiro, não sendo mais necessário um evento para libertá-lo.


E VOCÊ? GOSTA DE PULAR CARNAVAL? OU É MAIS APOLÍNEO?

CONTE PARA NÓS NOS COMENTÁRIOS!


Fontes:


Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación

Fique por Dentro

Gratos!

bottom of page