top of page

Como escolher um escritório de arquitetura


Você vai construir ou reformar, e já está ciente de que precisa de um arquiteto para fazer seu projeto. Agora você pode estar se perguntando qual seria o escritório de arquitetura ideal para você, pois essa escolha é determinante para o resultado de sua obra. Também sabemos que você pode estar perdido(a) nesse momento, afinal, só em Brasília há mais de uma centena de possibilidades.

Para te ajudar nessa tarefa, vamos falar sobre o que você deve considerar.




PESQUISE E FAÇA UMA LISTA


Procure por indicações de amigos ou faça buscas na internet. As possibilidades são várias. Por isso, é importante seguir alguns dos requisitos abaixo para descartar ou considerar nessa escolha.

Não aceite uma indicação só porque “fulano tem um preço bacana”. Seu projeto merece qualidade!

ANALISE PORTFÓLIOS


O portfólio é uma coleção de projetos do escritório. Através dele você consegue avaliar se tem afinidade com o trabalho do escritório e se o arquiteto transmite suas ideias com clareza. Não é preciso um documento formal. Faça buscas em sites e redes sociais.


Antes de continuar sua leitura, saiba que publicamos este conteúdo em forma de vídeo:



O ESTILO IMPORTA?


Isso é decisivo para muitas pessoas. Ao analisar o portfólio, você pode gostar do trabalho de um determinado arquiteto, mas não se identificar muito com os estilos. Nem por isso esse arquiteto precisa ser descartado.


Às vezes, trata-se de um arquiteto mais focado em fazer um trabalho personalizado do que em trabalhar com determinada linguagem. Por isso, não existe o jeito certo de trabalhar com relação a isso. Mas se você se identifica com a linguagem de um escritório, esse é sim um ponto bastante positivo a ser levado em conta.


AVALIE SUAS NECESSIDADES


Para realizar um orçamento ganha-ganha, o arquiteto precisa saber claramente qual trabalho fará. Se você deseja um projeto completo para a execução da obra, com detalhamentos e especificações, tenha isso claro, pois a maioria dos arquitetos só trabalha com o projeto básico. A Numen - Arquitetura trabalha com o projeto completo.


Conversem, também, sobre a necessidade de projetos de interior e de paisagismo.

Se você não tem certeza sobre os projetos de que precisa, essa deve ser uma pauta para a primeira reunião. Para não ter dúvidas, peça que o arquiteto explique sobre esses projetos.



Depois da afinidade profissional, é preciso ver se vocês têm afinidade pessoal.

Sua relação com o arquiteto é mais pessoal do que você imagina, pois vocês trabalharão juntos durante um longo período, e o desenvolvimento de um projeto envolve conversar sobre muitos detalhes de sua vida. Por isso, é muito importante que você se sinta à vontade.


VOCÊ SE SENTE À VONTADE?


Lembre-se: o projeto é seu. O arquiteto deve fazer você se sentir seguro sobre isso sempre. Ele pode propor soluções, mas nunca descartar suas ideias sem justificar, nem impor as ideias dele.


QUESTIONE


Pergunte sobre algo que lhe chamou atenção em algum projeto que o arquiteto já tenha feito, e então observe o envolvimento que o arquiteto tem com os projetos, qual é a linha de pensamento que levou àquela solução.


NÃO SE EMPOLGUE COM DESENHOS DEFINIDOS


No primeiro contato, você vai conhecer o arquiteto, mas o assunto principal deve ser você (seus gostos, sugestões, inseguranças, descontentamentos, rotina, etc).


Sem esses dados, é improvável que um arquiteto planeje um espaço ideal para você. Pular essa etapa e já sair com respostas prontas e definitivas pode sinalizar falta de interesse em refletir sobre a sua vida.


ESTEJA GARANTIDO


A assinatura do contrato é necessária para a proteção de ambas as partes. Esse pode ser um assunto para outro post, mas em termos gerais, é importante observar: os prazos, quais serviços estão inclusos e quais não estão inclusos, quais arquivos você vai receber nas apresentações de projeto, e quais desenhos fazem parte do projeto que vai para a sua obra.


VEJA ALÉM DOS PROJETOS DE ARQUITETURA


Os serviços de um arquiteto não se restringem a projetar. Certifique-se de que ele faz o acompanhamento das obras, porque essa é uma parte muito importante no resultado da sua obra.

Também é importante saber se o escritório trabalha pela compatibilização de projetos, onde irá verificar se os projetos de instalações e estruturas estão de acordo com o projeto arquitetônico.

Outro ponto a observar é a forma como o escritório apresenta os projetos. Você compreende o espaço através das imagens apresentadas? O arquiteto adapta termos técnicos para sua conversa?


QUESTIONE SOBRE OS ORÇAMENTOS


Tenha em mente que o serviço de um arquiteto é um trabalho intelectual decisivo sobre sua vida e, portanto, envolve toda a dedicação que você merece. É comum arquitetos lutarem por preços e não deixarem claro o que estão vendendo, fazendo com que você pague mais barato, mas por uma proposta que não satisfaz suas necessidades, por não contemplar todos os projetos de que você precisa.


A dica é perguntar sobre o critério que o arquiteto levou em conta na hora de passar o orçamento:

As horas técnicas? A área a ser construída? A porcentagem sobre o preço da obra? O resultado que será atingido?


Não é que uma dessas modalidades de precificação esteja mais correta do que a outra. Mas esse pode ser um bom indicativo de que o serviço que está sendo oferecido vai ao encontro das suas necessidades. Afinal, a melhor relação é sempre a de ganha-ganha.

 

Agora basta colocar essas dicas em prática e depois voltar aqui para deixar um comentário sobre como foi sua experiência.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Fique por Dentro

Gratos!

bottom of page